Notícias sobre logística

Newsletter #9 Mínimo da tabela frete, queda no transporte e capacitação

#9

Tabela de frete com valores menores vale a partir do dia 20

A nova tabela de frete, que passa a valer nesta segunda-feira (20), traz valores reajustados para baixo em todas as categorias de transporte de carga

20 de julho de 2020

A nova tabela de frete, divulgada na quinta-feira passada (16), traz valores menores que os anteriores. A atualização, a cargo da Agência Nacional de Transporte Terrestres (ANTT), foi publicada no Diário Oficial da União (DOU). Trata-se da resolução n° 5.899, que define os valores mínimos que devem ser pagos para o transporte rodoviário de carga no Brasil.

A justificativa para a redução, segundo a ANTT, foi a redução no preço do diesel. De acordo com a agência, o valor do frete pode mudar se houver variações no valor do combustível em intervalos inferiores a 30 dias.

Com a pandemia e o isolamento social, o número de deslocamentos no País despencou. Isso fez baixar os preços dos combustíveis. Levantamento feito pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aponta que o valor médio do diesel no País está em R$ 3,15.

Os valores foram reajustados para baixo em todas as categorias do transporte que envolvam carga lotação e carga lotação de alto desempenho (menor tempo para carga de descarga). E, também, contratação do veículo, incluindo os de transporte de carga de alto desempenho.

Na prática, com a nova tabela, o transportador receberá 6,68% a menos (dois eixos) e 4,53% a menos (até nove eixos).

Vale ressaltar que não entram no cálculo do piso mínimo a margem de lucro do caminhoneiro, bem como custos com pedágios ou despesas de administração, tributos e taxas.

A tabela com a próxima revisão deve ser divulgada apenas em janeiro de 2021.

NOVO CURSO DA LOGSCHOOL

Amplie seus conhecimentos com o novo curso da Logschool de Gestão Inovadora de Transportes, ministrado por Luís Cláudio Martão, de 21 a 24/07. 100% online e ao vivo.

Clique aqui para se inscrever!

NOTÍCIAS DA SEMANA

Nível da demanda por transporte de carga se aproxima do início da crise

Levantamento semanal realizado pelo Decope, Departamento de Custos Operacionais da NTC&Logística, associação que reúne transportadores rodoviários de carga, aponta recuo de 27,28% na demanda por transporte.

O índice é 3,3 pontos percentuais em relação à semana anterior, de 30,5%, e se aproxima ao nível do início da pandemia, em meados de março (26,1%).

A movimentação de cargas fracionadas, de pequenos volumes, registrou avanço semanal de 2 pontos percentuais, chegando agora a uma variação negativa de 21,77%. Já para cargas lotação, a retração chegou a 30,90% na semana.

Congresso Brasileiro do Agronegócio apontará os caminhos para o agro depois da pandemia

A responsabilidade do agronegócio brasileiro em levar alimentos à mesa das famílias no país e no mundo foi posta à prova com o distanciamento social imposto pela pandemia da Covid-19. E, o setor respondeu bem. Mesmo assim, o segmento está enfrentando desafios, com a brusca transformação imposta pelo vírus.

Em meio a esse novo cenário, a Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG), cumprindo seu papel de trabalhar para o desenvolvimento do agro nacional, decidiu promover o Congresso Brasileiro do Agronegócio (CBA) em parceria com a B3 – Brasil, Bolsa, Balcão, um dos eventos mais relevantes do universo do agronegócio brasileiro, no dia 3 de agosto, com um formato totalmente virtual. As inscrições do Congresso Brasileiro do Agronegócio são gratuitas e podem ser feitas diretamente nesse link.

VEM AÍ A 2ª EDIÇÃO DA LOGCONFERENCE

De 03 a 05 de agosto, assista a 6 palestras com grandes profissionais que irão debater sobre o futuro da logística no Brasil.

Faça sua inscrição gratuitamente no site oficial da LogConference!

ESCRITO POR